Baixe nosso Player para Android

 

Fone 53 3251.1495 / WhatsApp 9844.40070

Fone 53 3251.1495 / WhatsApp 9844.40070

Caso de Raiva é Confirmado em São Lourenço

Fonte: Inspetoria Veterinária de SLS

Nesta quarta-feira, dia 17, foi confirmado 1 bovino positivo para raiva no município.
O diagnóstico com o resultado foi emitido pelo IPVDF (Instituto de Pesquisas Veterinárias  Desidério Finamor), localizado em Eldorado do Sul, local onde a mostra foi analisada.

ENTENDA O CASO
A Inspetoria de São Lourenço Do Sul, após ser notificada no último dia 10, pelo produtor, dos sintomas e a suspeita de caso de raiva, passou a fazer o monitoramento do caso.

Após o óbito do animal, no ultimo dia 11, sendo este 1 fêmea bovina com 1 ano de idade, de propriedade do Sr° C.P., na localidade de Socorro, procedeu-se a coleta do encéfalo do animal para análise laboratorial. Participaram da coleta a Fiscal Estadual Agropecuária e chefe da unidade local Debora Ponsati, juntamente com o Técnico Agrícola Paulo e a Estagiária Jaine.
egundo informações do produtor, ele não vinha praticando a vacinação de seu rebanho contra a Raiva anualmente.
A Secretaria Municipal de Saúde também participou dando agilidade no encaminhamento da amostra para o laboratório, e a disponibilizará a vacinação das pessoas da propriedade que se envolveram no manuseio do animal após o surgimento dos sintomas.
Outras suspeitas já vinham sendo monitoradas e os materiais vinham sendo coletados, porem após serem analisados em laboratório os diagnósticos não foram positivos.

SINTOMAS
Os principais sintomas são o aparecimento repentino de uma agressividade no animal, salivação excessiva e paralisia.
ESPÉCIES MAIS SUSCEPTÍVEIS
Bovinos, Suínos, Equinos, Cães, Gatos e o Ser Humano

VÍRUS
Rabdoviridae

PREVENÇÃO

Vacinação

ÓRGÃO AFETADO
Sistema Nervoso Central

CONSEQUÊNCIAS
Morte

Pede-se para que TODOS os produtores realizem a vacinação contra a Raiva em seus animais. A vacina esta disponível nas Casas Agroveterinarias e é extremamente barata.
LEMBRE-SE, A RAIVA NÃO TEM CURA E LEVA A MORTE, SENDO UM RISCO TAMBÉM PARA O SER HUMANO.
AO SINAL DE QUALQUER SINTOMA COMUNIQUE A INSPETORIA VETERINÁRIA
Se for localizado local com vestígio de morcego hematofago como fezes ou sangue com odor forte, como em pedras, troncos, córregos, minas, bueiros, cavernas, casas abandonadas, fornos, entre outros, COMUNIQUE imediatamente a Inspetoria Veterinária. Os servidores farão uma primeira visita e se constatado o refúgio os Técnicos do Núcleo do Controle da Raiva serão chamados para instalar armadilhas para a captura e controle dos morcegos.

Estes profissionais possuem equipamentos e técnicas para as mais diferentes situações, incluindo em muitos casos a técnica do rapel.
Periodicamente a Inspetoria já realiza o monitoramento dos refúgios já mapeados através de visitas aos locais.
Você pode entrar em contato com a Inspetoria através do telefone (53) 3251-1332 ou diretamente na Rua Mariz E Barros, 1893.

Compartilhe: